Notícias

27-11-2019 INCENTIVO À LEITURA - Projeto Fazendo Escola recebe Moção de Aplausos do Legislativo de Palotina

O projeto educacional Fazendo Escola, desenvolvido pelo Jornal Folha de Palotina, foi reconhecido como iniciativa exemplar para incentivar a leitura. Uma Moção de Aplausos, proposta pelo presidente da Câmara, Sansão Pinheiro, foi aprovada por unanimidade na sessão ordinária do dia 25. Segundo Sansão Pinheiro é importante reconhecer esta iniciativa que completa 25 anos de incentivo à leitura no município.

O projeto educacional Fazendo Escola surgiu quando o jornal Folha de Palotina alcançou os seus cinco anos de existência. Em 1994 surgiu o planejamento e execução do projeto que ajuda a nortear a conduta ética jornalística da Folha até os dias atuais. “O Fazendo Escola leva até a sala de aula informação sobre a comunidade onde os alunos vivem, colabora para a formação crítica da futura sociedade e grava em documento impresso as ideias dos alunos que são publicadas nas edições do jornal”, explica o diretor do jornal, Sinuê Giacomini. Ele acrescenta que a responsabilidade com a informação tem objetivo de munir o leitor com fatos verdadeiros e que favoreçam a elaboração da opinião. “Este foco do jornal na educação faz com que a equipe da Folha de Palotina tenha preocupação constante na preparação, conferência e escrita das notícias. Em Palotina, a imprensa e o setor educacional caminham juntos, com objetivo de melhorar a formação das futuras sociedades”, observa.

Em tempos de redes sociais e convivência virtual, o jornal serve de documento com um resumo semanal de informações livre de “fake news”. “O jornal tem a responsabilidade de informar corretamente. E o conhecimento é sempre bem-vindo. Saber e compreender os acontecimentos da sociedade onde vivemos é um exercício de cidadania. Através da parceria entre Secretaria Municipal de Educação, o jornal ajuda a manter viva a leitura e o estímulo ao conhecimento da sociedade local”, completa ao agradecer o reconhecimento do Legislativo.

A sessão que aprovou a moção foi acompanhada por Sinuê Giacomini e também pela coordenadora pedagógica do Projeto, Juliandrea Maria Delai, além de estudantes da Escola Dom Bosco e colégios Ceeduc e Cecília Meireles, que estiveram acompanhados de suas professoras.

Voltar
Deixe Seu Comentário