Notícias

17-06-2017 Palotina - Setor policial movimentado nas últimas horas

A Polícia Militar de Palotina registrou na tarde desta sexta-feira (16), um assalto a mão armada no Distrito de São Camilo. O roubo aconteceu por volta das 15h, quando a vítima chegava em uma empresa e foi surpreendida por dois indivíduos em uma moto, armados, os bandidos chegaram a atirar em direção ao solo, o tiro ricocheteou e acabou atingindo de raspão a vítima, que inicialmente, se negou a entregar o veículo. Na sequência os dois fugiram levando a caminhonete, uma VW/Saveiro, de cor branca, placas BEK-7778.

De posse das informações os militares realizaram patrulhamentos, no intuito de localizar os bandidos e a Saveiro, porém, sem êxito.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Na noite desta sexta-feira (16), a PM de Palotina registrou uma tentativa de roubo a residência. O caso aconteceu por volta das 21h, no Bairro Jardim Casa Grande, quando dois indivíduos armados adentraram a casa e deram voz de assalto a família. Durante a ação, uma das vítimas aproveitou uma oportunidade e conseguiu se evadir. Os assaltantes chegaram a efetuar disparo em direção a vítima, mas felizmente ela saiu ilesa e conseguiu acionar a PM. 

Diante da situação os assaltantes acabaram fugindo sem levar nada. Policiais Militares realizaram patrulhamento em busca de localiza-los, porém sem êxito.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Por volta das 00h deste sábado (17), a PM de Palotina foi solicitada a comparecer em uma boate, onde conforme denúncia, um grupo de adolescentes teriam driblado a fiscalização da portaria se utilizando de documentos (registro geral) falsos, para adentrar o estabelecimento.

Diante da informação os militares se deslocaram ao local e realizaram a abordagem do tal grupo. Ao checar as identificações os policiais constataram que todas, as quatro meninas, portavam documentos falsos, indagadas sobre os mesmos elas continuavam afirmando que eram maiores de 18 anos, porém, notoriamente verificava-se que os documentos eram falsificados. Perante a desconfiança os documentos foram checados em sistema operacional e constatado o esperado. As menores, sendo três de 16 anos e uma de 14 anos foram indagadas sobre o procedimento das identidades, estas relataram que todas adquiriram da mesma vendedora, uma desconhecida, a qual vendeu o produto em questão pela quantia de R$ 20,00 (vinte reais).  

Com isso, os PMs entram em contato via fone com os pais das adolescentes, os quais compareceram ao Pelotão. Após confecção do boletim todos juntamente com os documentos falsos foram encaminhados para a delegacia local para que as devidas providencias sejam tomadas.

Voltar
Deixe Seu Comentário