Notícias

Sebrae e CNPq abrem inscrições para seleção de Agentes Locais de Inovação no Paraná

51 serão selecionados para atuação em todo o estado, com bolsas de R$ 4 mil

Estão abertas as inscrições para a captação de novos bolsistas do programa ALI - Agentes Locais de Inovação. Os selecionados receberão bolsas no valor de R$ 4 mil, que serão oferecidas por meio de um acordo de cooperação técnica firmado entre o Sebrae e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No Paraná, o programa oferece 51 vagas para agentes e duas para orientadores. Dentre os agentes aprovados, 35 farão o trabalho de campo. As inscrições podem ser feitas até 20 de novembro pelo link: https://bit.ly/2ItV3Qc. 

O objetivo do programa é capacitar profissionais em diversas áreas para promover a prática continuada de ações de inovação nas empresas de pequeno porte, por meio de uma orientação proativa e personalizada, com supervisão do Sebrae/PR.

Para atuar como ALI é necessário ter formação superior com diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC); a graduação deve ter sido concluída há, no máximo, 10 anos; ter experiência comprovada de, no mínimo, seis meses, em atividades relacionadas à pequenos negócios e/ou gestão de empresas e/ou tecnologia e inovação.

As vagas são para os municípios de União da Vitória (1); Francisco Beltrão (2); Pato Branco (1); Ponta Grossa (3); Guarapuava (1); Cascavel (3); Toledo (3); Foz do Iguaçu (1); Maringá (9); Londrina (9); Jacarezinho (2); Arapongas (2); Apucarana (2); Curitiba (6); Araucária (2); São José dos Pinhais (2); e Paranaguá (2). O ciclo terá duração de 22 meses, sendo um para capacitação e 21 para a atuação em campo. As atividades começam a partir de 4 de janeiro de 2021.

O consultor do Sebrae/PR, Eduardo Bueno Ribeiro Netto, destaca que o programa representa uma excelente oportunidade para jovens profissionais conhecerem e aplicarem na prática a metodologia de Gestão da Inovação nas pequenas empresas, além de promover networking, troca de experiências e conhecimento.

“Durante os 21 meses do programa, um agente pode ter contato com até 105 diferentes negócios, o que traz uma bagagem rica para a sua carreira. Para as micro e pequenas empresas, é uma oportunidade de promover a melhoria da produtividade a partir de ações de inovação, práticas sustentáveis e digitalização”, analisa.

Orientador

O valor da bolsa para orientador é de R$ 4 mil por um período de 12 meses, com previsão de início dos trabalhos em setembro de 2021. Caso o orientador possua vínculo empregatício com outra empresa e/ou instituição, receberá 60% do valor da bolsa e deverá ter disponibilidade de, no mínimo, 20 horas semanais para as atividades dispostas no Plano de Trabalho.

Entre os requisitos para a participação no programa como orientador estão títulos de mestre ou doutor; atuação efetiva mínima de seis anos em atividades de extensão, desenvolvimento de tecnologia, inovação e sustentabilidade; ter experiência comprovada em orientação de graduandos e/ou pós-graduandos; participação em projetos de pesquisas, iniciação científica ou defesas de dissertações e teses voltadas ao levantamento de boas práticas de inovação em pequenos negócios; ou ainda atuação no ambiente empresarial, desenvolvendo atividades focadas em inovação; além de possuir currículo cadastrado e atualizado na plataforma Lattes (https://bit.ly/2H1anmQ).

O programa

O Programa ALI, que existe desde 2008 e possui abrangência nacional, se tornou uma ação de referência no mercado e já está consolidado como um diferencial de estratégia e competitividade para os pequenos negócios. Os novos agentes serão capacitados pelo Sebrae/PR para prospectar, analisar, avaliar e acompanhar pequenas empresas apresentando soluções para gerar impactos positivos em gestão, na melhoria de produtos e processos e identificação de novos mercados. 

Voltar
Deixe Seu Comentário