Notícias

09-06-2018 Secretário nacional de Vigilância em Saúde faz apelo aos comunicadores


“Senhores comunicadores, meu nome é Osnei Okumoto. Sou secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, responsável pela aquisição das vacinas para a influenza tanto H1N1, H3N2 e influenza B. São vírus extremamente poderosos na questão da transmissão da doença - da gripe - podendo levar ao óbito muitos desses pacientes que venham adquirir [a doença]. E venho solicitar a colaboração de vocês para que haja a divulgação da necessidade das pessoas que ainda não foram vacinar (pessoas do grupo prioritário), porque o risco da doença é muito grande e, logicamente, teremos problemas muito graves com esses pacientes. A prevenção é o melhor caminho. Solicito, muito mesmo, a colaboração de todos vocês”.

A Campanha de Vacinação contra a gripe está quase acabando. E apenas 62% das gestantes brasileiras buscaram os postos de vacinação. Vale lembrar que mulheres grávidas são mais vulneráveis à gripe. E você sabia que quem não é imunizado coloca em risco a própria saúde e a da comunidade? Isso porque, as gripes causadas pelos vírus Influenza A (H1N1 ou H3N2) e Influenza B têm consequências severas à saúde, podendo até mesmo levar à morte. Por isso, escute com atenção ao recado do secretário nacional de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto.

“Futura mamãe, a cobertura vacinal contra gripe está muito baixa nesse grupo prioritário existe a necessidade de que você procure uma unidade básica de saúde para se vacinar e proteger o seu filho que está para nascer é muito importante que ele nasce e Cresça com muita saúde e com muita felicidade Procure um centro de saúde uma unidade básica de saúde para que se Vacine e receba toda assistência dos profissionais ali existentes”.

O Ministério da Saúde já distribuiu 60 milhões de vacinas em todo o país. Mas 42,5% das crianças que fazem parte do grupo prioritário ainda não foram vacinadas. E como o inverno está cada vez mais próximo, elas estarão ainda mais expostas. O secretário nacional de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto, também falou sobre isso.

“Queridos pais vocês sabiam que a cobertura vacinal para as crianças de 6 meses até 5 anos está muito baixa? O vírus é muito letal e as crianças que apresentam baixa imunidade terão realmente um agravamento muito grande da gripe caso não sejam imunizadas. Desta foram, solicito que vocês pais levem seus filhos até uma unidade básica de saúde para que sejam vacinados. É muito importante a prevenção neste momento”.

A Campanha vai até o dia 15 de junho. Não deixe pra última hora. Vá até a unidade de saúde mais próxima. Para mais informações acesse: saude.gov.br

Voltar
Deixe Seu Comentário