Notícias

19-04-2018 Sperafico assume chefia da Casa Civil do Governo do Estado

TOLEDO - O deputado federal Dilceu Sperafico, após solicitar licença da Câmara dos Deputados na quarta-feira, dia 18 de abril, assume a chefia da Casa do Civil do Governo do Estado do Paraná, nesta quinta-feira, 19 de abril. Será o 1º representante de Toledo a ocupar a função e um dos poucos e integrar o 1º escalão do Governo do Estado.

A posse oficial será às 18 horas, no Centro de Convenções, do Centro de Eventos Ismael Sperafico, em Toledo, onde se realiza a 25º Feira Shopping, de 18 a 22 de abril, com participação da governadora Cida Borghetti, deputado estadual José Carlos Schiavinato, prefeito Lúcio de Marchi, vereadores, secretários estaduais e municipais e outras  autoridades e lideranças, da cidade e região.

No novo cargo, o primeiro exercido no Executivo, Sperafico será ligação direta permanente entre o Palácio Iguaçu, a Assembléia legislativa e  administradores, legisladores e lideranças da capital e  interior do Estado.

Conforme ele, é na Casa Civil que chegam as principais reclamações, problemas e reivindicações da população e caberá a ele avaliar essas questões e encaminhar as consideradas mais importantes e/ou de solução viável ao Poder Executivo.

Sperafico foi convocado a assumir o cargo e contribuir para o desenvolvimento do Paraná pela governadora Cida Borghetti, que assumiu no último dia seis de abril, após renúncia do governador reeleito Beto Richa, para disputar as eleições de outubro ao Senado.

Conforme Sperafico, na Casa Civil o trabalho será árduo, pois são muitas as aspirações da população e o tempo para atendê-las bem curto, mas valerá a pena colaborar com correligionária e amiga Cida Borghetti e aceitar o desafio de atuar no Executivo, para levar adiante as suas bandeiras de lutas, que são o municipalismo e o agronegócio.

Segundo ele, seria mais fácil e mais cômodo permanecer no Congresso Nacional, especialmente depois de haver sido empossado presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados, para o ano de 2018, mas não poderia ignorar a convocação da governadora, ainda mais que ela destacou que poderá ajudar muito, com sua experiência e conhecimento, para o sucesso de sua gestão e o desenvolvimento do Paraná.

Além disso, conforme Sperafico, estava disposto a encerrar a vida pública ou pelo menos o trabalho parlamentar, depois de seis mandatos consecutivos de deputado federal, por entender que contribuiu muito para o desenvolvimento e bem-estar da população do País e do Paraná, por mais de 20 anos, inclusive com o sacrifício do convívio familiar e do afastamento dos seus próprios negócios.

 Além disso, segundo ele, é preciso apostar na renovação, pois o Brasil e o mundo estão em transformação muito rápida e é necessário envolver as novas gerações na busca de soluções para os problemas e dificuldades da população. 

Ainda nessa quarta-feira, dia 18, ele transferiu o comando da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados, para o 1º vice-presidente do colegiado,  deputado federal Evair Vieira de Melo, do Espírito Santo. Na bancada do Paraná, da Câmara dos Deputados, Sperafico tem como suplente Reinhold Stephanes.

Quem é o deputado Dilceu Sperafico

 

O deputado federal Dilceu João Sperafico é natural de Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, onde nasceu em 26 de janeiro de 1948. Juntamente com os pais, Ismael Vicente e Olinda Joanina Rizzi Sperafico, e irmãos, transferiu-se para Toledo, ainda menino, em 1957.

O pai, falecido em 1983, era agricultor e comerciante. A mãe era líder comunitária e com a morte prematura do marido, se tornou a matriarca e grande referência da Família Sperafico. Ela faleceu em 2007.

Dilceu é casado com Iraci Josefina Sperafico e o casal possui três filhos: Thaís, Fabíola e Natan. É graduado em Direito e Filosofia, agropecuarista e empresário. Concorreu a cargo eletivo pela 1ª vez em 1994, elegendo-se deputado federal. Conquistou novos mandatos nas eleições de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014. Nos dois últimos pleitos, foi o deputado federal mais votado no Oeste do Paraná. 

Em 25 de fevereiro 2016 reassumiu o cargo de presidente do Diretório Estadual do Partido Progressista (PP), do Paraná, com mandato de quatro anos, função que já havia exercido entre os anos de 2003 e 2007.

Entre 2007 e  2009, foi coordenador da Bancada Federal do Paraná, composta de 30 deputados federais e três senadores, de diversas agremiações partidárias. 

Entre 1999 e 2000, presidiu a Comissão de Agricultura. Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados, depois de haver sido vice-presidente, além de membro titular desde a posse como deputado federal em 1995.

Em 2018 voltou a assumir o cargo de presidente do colegiado, que reúne 52 membros titulares e o mesmo número de suplentes.

Em nível de Congresso Nacional, em 2005 assumiu a presidência da Frente Parlamentar da Agricultura, integrada por 114 deputados federais e 12 senadores, como 1º político do Paraná a ocupar o cargo, com mandato de um ano.

O colegiado é formado por 234 deputados federais e 27 senadores, desde sua criação em 1995, como Frente Parlamentar da Agricultura. Em 2005, ele foi o primeiro político paranaense a assumir a presidência do colegiado, com mandato de um ano.

Integra a Frente Parlamentar Cooperativista e a Frente Parlamentar da Radiodifusão, entre outros blocos parlamentares, a exemplo de diversas outras comissões permanentes e especiais.

É um dos representantes do Congresso Nacional no Parlamento do Mercosul (Parlasul) e no Parlamento Latinoamericano (Parlatino).

Representa as Regiões Oeste, Sudoeste, Noroeste e Centro-Oeste do Paraná, com trabalho destacado em favor do agronegócio, do agricultor, dos municípios, dos trabalhadores urbanos e rurais e do pequeno empresário.

Sempre esteve entre os parlamentares mais assíduos do Congresso Nacional, segundo levantamentos realizados pela imprensa especializada. É apontado como um dos melhores e mais atuantes deputados federais do Paraná, além de estar entre os que mais recursos da União têm canalizado para os municípios. Graças à sua atuação destacada, consolidou imagem de uma das novas e mais influentes lideranças políticas do Estado.

Em reconhecimento ao trabalho desenvolvido em Brasília já foi agraciado com Títulos de Cidadão Honorário de 20 cidades do Oeste e Sudoeste do Paraná: Toledo, Marechal Cândido Rondon, Nova Santa Rosa, Dois Vizinhos, Missal, Quatro Pontes, Tupãssi, Maripá, Santa Lúcia, Iguatu, Santa Terezinha de Itaipu, Formosa do Oeste, Ouro Verde do Oeste, Terra Roxa, Diamante do Oeste, Pato Bragado, Assis Chateaubriand , São Pedro do Iguaçu, Matelândia e Mercedes.  

Voltar
Deixe Seu Comentário