Notícias

12-03-2018 UFPR Setor Palotina completa 25 anos e comemora com programação especial

Palotina - Em março de 1993, após significativo empenho de autoridades do município de Palotina, iniciou-se o sonho de ter o ensino superior em uma universidade pública e de qualidade no interior do Estado. A comunidade palotinense foi determinante na consolidação desse sonho, pois foi necessário suporte, principalmente econômico, para que este desejo se tornasse realidade. 
E esse suporte não foi necessário apenas em ocasiões isoladas e específicas e sim de forma contínua, por meio de doações de cotas para aquisição de terrenos, eventos para angariar fundos para compra de materiais e até mesmo para pagamento de professor. 
Além disso, com intuito de contribuir ainda mais com o desenvolvimento da universidade, em 1998, foi criada a AACP (Associação dos Amigos do Campus Palotina), hoje presidida por Selmar Basso. A partir da criação da associação, muitas pessoas puderam contribuir com a universidade e se orgulham de terem contribuído das mais variadas maneiras.
Hoje, a UFPR (Universidade Federal do Paraná), Setor Palotina está consolidada no município. O primeiro professor da UFPR em Palotina foi Gilberto Valente Machado que também foi o primeiro diretor do então Campus em 1993, quando ainda as aulas eram feitas no Colégio Agrícola Estadual Adroaldo Augusto Colombo.
O Setor Palotina da UFPR iniciou suas atividades com o Curso de Medicina Veterinária. Inicialmente a UFPR possuía 11 servidores e 40 alunos. Atualmente são oito cursos de graduação, 397 servidores e 1830 acadêmicos. Os cursos do Setor Palotina são: Medicina Veterinária, Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia de Aquicultura, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, Engenharia de Energias Renováveis, Licenciatura em Ciências Exatas e Licenciatura em Computação.
Programação dos 25 anos
E para celebrar os 25 anos da UFPR em Palotina foi elaborada uma programação especial. Diversas atividades serão realizadas no período de 12 a 16 de março, época em que o Setor completa aniversário. Atualmente, o Setor Palotina tem como diretor o professor Elisandro Frigo e vice-diretora, a professora Yara Moretto. 
No dia 12 será celebrado um Culto Ecumênico no Teatro Municipal Ludovico Riedi. No dia 13 haverá apresentação artística “O Teatro Mágico”, no ATC (Avenida Tênis Clube). O ex-reitor da UFPR, Professor Carlos Alberto Faraco, em cuja gestão foi instalado o então Campus Palotina, vai realizar no Teatro Municipal uma palestra no dia 14 para abordar os aspectos iniciais da universidade no município. O atual reitor, Professor Ricardo Marcelo Fonseca apresentará Aula Magna no dia 15, às 19h, no Teatro Municipal. A solenidade comemorativa dos 25 anos da UFPR Palotina será no dia 16, às 19h30, no ATC. 
Personagens que fazem parte da história da UFPR
Selmar Basso
O presidente da AACP (Associação Amigos do Campus Palotina), Selmar Basso, que participa ativamente dos assuntos da universidade desde o seu início, comenta da importância da UFPR: “Para mim, significa o resultado de um trabalho construído por muitos que acreditaram em um projeto vencedor, que é investir na educação das pessoas”, destaca Selmar.

Márcio José da Silva
A UFPR (Universidade Federal do Paraná) é uma instituição renomada e centenária. Para a consolidação em Palotina, a participação de autoridades e de toda comunidade foi muito relevante. Na época, quando iniciou a UFPR no município, o prefeito era Márcio José da Silva que lembra com orgulho da UFPR: “Me orgulho pelo fato de eu ter participado do início das atividades da universidade, pude ver a comunidade envolvida, recebendo os primeiros acadêmicos que vinham de outras cidades e isso ficou para sempre marcado na minha memória, passamos a ter uma instituição federal de ensino em Palotina”, enaltece Márcio.

Carlos Faraco

Carlos Alberto Faraco era o reitor em 1993, na época em que a UFPR chegou a Palotina. “Lembro que foi uma luta, no bom sentido da palavra, para implantar o campus no município. Foram várias conversas e viagens, e hoje a UFPR em Palotina é sinônimo de sucesso e empenho. Em nenhum momento, deixei de acreditar que um campus da UFPR no interior do Paraná daria certo”, define Faraco.

Nei Moreira
O professor Nei Moreira é o mais antigo docente da UFPR Setor Palotina, está há 24 anos lecionando na universidade: “A UFPR significa uma boa parte da minha vida. Eu me formei na UFPR em Curitiba, fiz mestrado, doutorado e continuo como professor dessa brilhante universidade” ressalta Nei.

Elisandro Frigo
O diretor da UFPR Setor Palotina, professor Elisandro Frigo enaltece o trabalho de toda comunidade envolvida: “Palotina se uniu e todos batalharam para que a UFPR se transformasse na referência de ensino superior que hoje é para todo Brasil”, diz Elisandro.

Prefeito Jucenir
O prefeito de Palotina, Jucenir Stentzler salienta as virtudes de ter uma universidade no município: “A Administração Municipal sente-se honrada e orgulhosa em poder contribuir com a instituição, por meio da doação de uma área para construção da Incubadora Tecnológica e do campo experimental, e as demais áreas doadas para disseminar o ensino aos acadêmicos e para o corpo docente”, salienta o prefeito.

Voltar
Deixe Seu Comentário